Voltar para: Noticias

Agronegócio

Fórum Técnico da 28ª Abertura da Colheita apresenta alternativas sustentáveis ao arrozeiro

07/02/2018 Fonte: Rejane Costa/AgroEffective

A 28ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, que ocorrerá de 21 a 23 de fevereiro na Estação Experimental do Arroz do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), em Cachoeirinha (RS), vai contar em sua programação com fóruns de debate sobre temas importantes para a cadeia orizícola. O Fórum Técnico irá tratar de questões como Manejo Responsável de Defensivos, Integração Lavoura-Pecuária e Irrigação. As palestras serão realizadas no auditório principal, na quarta-feira (21), primeiro dia do evento, na parte da tarde.

No painel ?Integração Lavoura-Pecuária: Uma opção ou caminho obrigatório?? o foco será, inicialmente, um panorama geral sobre os principais fatores que contribuem para a crise da lavoura de arroz. Segundo o palestrante Felipe Carmona, engenheiro agrônomo, doutor em Ciências do Solo e sócio diretor da Integrar - Gestão e Inovação Agropecuária, na sequência serão apresentados alguns dos benefícios que a integração lavoura pecuária pode trazer para o sistema produtivo como um todo. ?Também vai ser abordado como esses benefícios combatem as chagas da orizicultura gaúcha: o alto custo de produção, a degradação dos solos e a infestação por plantas daninhas resistentes aos principais grupos químicos hoje em uso?, destaca.

No painel sobre irrigação, três especialistas irão falar sobre ?Diversificação como Sobrevivência?. O engenheiro agrônomo Ramiro Alvarez de Toledo Lutz, da empresa de consultoria agronômica Vetagro, de Uruguaiana (RS), vai mostrar a viabilidade agronômica e econômica da implementação do sistema de pivô central em áreas ocupadas hoje com lavouras de arroz convencionais. ?Esta mudança de paradigma regional garantiria um futuro rentável para o produtor e o distanciaria dos problemas cíclicos de endividamento. Sem deixar de ter o arroz como cultivo principal, esta tecnologia permite ao produtor rural projetar uma rotação de culturas rentável e segura, e possibilita a integração com a pecuária?, explica.

Conforme Lutz, serão destacadas também as vantagens e as dificuldades que são enfrentadas ao adotar o sistema de pivô central. ?Iremos justificar os motivos que nos levam a recomendar a adoção deste sistema de irrigação de cultivos. Desde 2003 acompanhando e assessorando projetos de pivô central na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, solidifica a certeza que é uma tecnologia que veio para ficar, num crescimento sólido no cultivo de arroz?, observa.

Os outros palestrantes do painel sobre irrigação, que terá como moderador Henrique Dornelles, presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), são Marcus Vinícius Fritsch, engenheiro agrônomo da Sol a Sol Consultoria, e Guilherme Vestana Cassol, da Delta Plastics.

A 28ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz é organizada pela Federarroz e conta com o patrocínio Premium do Irga, Master de Basf, Case, New Holland, John Deere e Massey Ferguson, Ouro de Banco do Brasil e Sicredi, e Prata de Banrisul, Bellenzier Pneus/Pirelli e Badesul. As inscrições podem ser feitas gratuitamente na entrada do evento. Para saber mais, clique aqui

O 11° NATE Arroio Grande estará organizando excursão para a 28ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, em Cachoeirinha. O ônibus sairá dia 22 de fevereiro, a 1h da manhã.

Interessados podem entrar em contato no telefone (53) 3262-1301. A excursão não têm custo Para a inscrição, é só me passar nome completo e RG.

Galeria da Notícia