Morro Redondo decreta situação de emergência devido à estiagem

05/02/2018 Fonte:JOrnal Tradição Regional

O prefeito Diocelio Jaekel e o vice-prefeito Velocino Leal estão preocupados com a estiagem que Morro Redondo está enfrentando. Desta forma, foi decretada situação de emergência, no dia 23 de janeiro.

Em seguida, no dia 25, o prefeito, o técnico agrícola Jeferson Llano e o chefe de gabinete do vice-prefeito e coordenador da Defesa Civil, Rodrigo Eslabão, estiveram em Porto Alegre, na Casa Civil, em reunião com o chefe da Casa, Fábio Branco, juntamente com representantes de mais três municípios: Amaral Ferrador, Cristal e Pedras Altas. 

Os municípios estão temerosos com a falta de água potável na colônia, dessedentação animal e irrigação para pequenos agricultores. O representante da Defesa Civil do Estado e o secretário da Casa Civil comprometeram-se com os municípios para a homologação do Estado e reconhecimento da União.

Conforme o prefeito, mesmo com todas as dificuldades financeiras, o município vem distribuindo água potável para quem não tem nem para suprir seu próprio consumo. "Sabemos que ainda existem muitas residências sem serem atendidas. Estamos também refazendo alguns bebedouros para animais. A Emater, que é uma das mais respeitadas entidades para ajudar os agricultores, fez uma avaliação das perdas. Até o momento, em nosso município há um volume de perda de, aproximadamente, R$ 5 milhões, laudo que abrange os meses de novembro e dezembro, sem contabilizar janeiro. As principais culturas afetadas são a bovinocultura leiteira, pêssego, olericultura, milho em grão, milho silagem, feijão e soja", afirmou Jaeckel. 

Galeria da Notícia