Nutricionista dá dicas para curtir o verão e as festas de fim de ano sem descuidar da alimentação

07/12/2017 Fonte:Renata Asprino/ Máquina Cohn & Wolfe

Com o aumento da temperatura, as gestantes precisam ter mais atenção com a saúde e com a alimentação, pois qualquer imprudência pode representar alguma alteração no funcionamento do organismo. A preferência a alimentos mais saudáveis e a alimentação a cada três horas são lembranças essenciais para a gestante.  A nutricionista Luciana da Costa, orienta que a grávida tenha uma alimentação bem variada e colorida, incluindo cereais integrais, frutas, legumes e verduras, além de carnes, leite e derivados, além de dar preferência a água e sucos.

Como as altas temperaturas facilitam a desidratação, é importante não descuidar da ingestão de líquidos, bebendo muita água para manter a hidratação. ?"Essa bebida fundamental deve ser consumida preferencialmente gelada, pura ou saborizada sem açúcar com limão, hortelã, erva doce, maçã e canela, especiarias como gengibre, cravo e canela, casca de laranja ou abacaxi e cubos de gelo preparados com morangos ou frutas cítricas", afirma especialista.

Outro cuidado é em relação à ingestão de bebidas como refrigerantes e cervejas. O valor calórico é altíssimo e gestantes e lactantes não estão permitidas a ingerirem bebida alcoólica, que pode ser prejudicial ao bebê.

Nas refeições, é melhor optar por pratos frescos e ingredientes cozidos, mesmo nas festas de fim de ano. Alimentos que não foram refrigerados - como saladas e maioneses - ou que ficaram muito tempo fora da geladeira devem ser evitados. Colocar gelo nas bebidas também ajuda a refrescar, mas é bom evitar consumi-los em locais públicos, porque nem sempre são armazenados de maneira correta e podem aumentar o risco de contaminação de doenças.

A nutricionista Luciana da Costa recomenda que os alimentos não fiquem expostos sob temperatura ambiente por mais do que 30 minutos. "O cuidado com a higienização dos alimentos deve ser redobrado. Higienizar bem frutas, legumes e verduras antes de consumi-los é essencial. Ao menor sinal de deterioração dos alimentos, descarte-os", aconselha a profissional da Pro Matre Paulista. Também é importante a higienização das mãos antes de manusear os alimentos, prevenindo assim muitas doenças infectocontagiosas comuns nesta estação.

"Barracas de praia podem apresentar condições inadequadas de higiene de alimentos, dos utensílios e das mãos dos manipuladores de alimentos, os alimentos ficam armazenados em recipientes de isopor, que é um material de difícil higienização, ou ficam sob temperatura ambiente, e a água pode ser de origem desconhecida. Todos esses fatores contribuem para a disseminação de doenças", explica.

Nessa época do ano, também é importante estabelecer um horário para comer. ?"Com as idas frequentes à praia, é muito comum passarmos horas apenas petiscando, gerando um consumo excessivo de calorias. É importante planejar as refeições e levar consigo potinhos com frutas e lanchinhos naturais"?, recomenda a especialista.

A profissional finaliza indicando uma saída para as grávidas que não conseguem abrir mão de um bom doce. "Elas podem substituir as guloseimas mais calóricas por gelatinas feitas com frutas, pois com um toque especial se tornam ótimas opções de sobremesa. Uma sugestão é preparar a gelatina de abacaxi conforme as instruções da embalagem e bater com iogurte desnatado. Picar abacaxi em calda e colocar em taças, completando com a gelatina batida com iogurte e colocar para gelar. Fica uma delícia, é muito refrescante e mais saudável"?, recomenda a nutricionista.

 

Galeria da Notícia