Transporte público é tema de Audiência em Herval

11/09/2017 Fonte:Redator(a): Fernanda de Freitas - Assessoria de Imprensa - PMH

Com a plenária Élio Soares da Câmara de Vereadores lotada, na quarta, 06, o prefeito Rubem Wilhelnsen e a secretária Cristiane D?Ávila compareceram a audiência pública para discutir a questão do transporte público no município, especificamente, questões sobre velocidade, troca de profissional e horário, na região do bote e coxilha do Sarandi.  A audiência foi promovida pelo vereador João Batista Lima Sais (PDT), e assinada à proposição, por todos os vereadores da bancada do partido, convidando o poder executivo a prestar esclarecimentos.

O prefeito Rubem e a secretária de Educação Cristiane contaram com apoio de motoristas da secretaria, diretoras, equipe administrativa e professoras que praticamente ocuparam todas as cadeiras da plateia. Estiveram presentes os vereadores Valter Lima (PP), o presidente, Emídio Pereira Latorres (PPL), Edinaldo Azevedo (PT), Valter Lima (PP), Odemar Damasceno (PDT), o proponente Batista (PDT) e Paulo Santos (PDT), o Vereador João Bosco (PPL), Conselho Tutelar, também convidado, e comunidade em geral.

As mães, dentre as 20 que assinaram o abaixo assinado para troca de profissional que faz a linha da região, apenas duas compareceram, Jocélia de Oliveira foi convidada a fazer parte da mesa expondo todas as questões, alegando que o atual motorista corre muito e chega antes do combinado normalmente. Ver. Batista perguntou sobre as condições dos veículos e se todos eles possuem os tacógrafos funcionando, a secretária adjunta Núbia Line que é responsável pelo setor de transportes explicou que tudo é feito conforme a legislação vigente pela resolução do CONATRAN n° 87 de 06/02/98, art. 3º. Também é obrigatória aferição semestral por empresa autorizada pelo Departamento de Trânsito Nacional.

- O único veículo que temos com o tacógrafo quebrado, é também o que está parado por problemas mecânicos, por limite de velocidade nossos motoristas não estão errando, pois, temos todos os equipamentos verificados e inspecionados por nós, respondeu Núbia.

A Secretária Cristiane D'Ávila explicou como se dá o funcionamento da secretária, setores e questões hierárquicas. Aproveitando o espaço contou sobre a reunião ocorrida no dia 29, na Associação dos Moradores do Bote, em que a mesma pauta foi tratada. Para ela a secretária esta desempenhando sua função e a troca do profissional foi por vários motivos que levaram ao entendimento de que este profissional deveria ser retirado desta linha e aproveitado em outra área, na mesma função, porém, foi tudo analisado e apurado com ética e transparência, nada que pudesse prejudicar o profissional moralmente ou por meio de inverdades. Bem como, salientou que a secretaria está sempre aberta para receber comunidade, vereadores, qualquer cidadão, assim como as escolas podem ser visitada.

O Debate

Manifestaram-se motoristas, diretoras, vereadores e várias versões sobre o assunto foram expostas, cada alegação foi respondida. Tacógrafo, horários, hábitos de cada profissional, situação do transporte público, trâmites, métodos de aferição dos aparelhos, normas para avaliar postura e conduta dos profissionais e a questão do risco para a vida das crianças, questão pela qual o Conselho Tutelar fez sua participação.

O Conselho Tutelar

A conselheira Suselem Gomes falou em nome dos colegas que o Conselho Tutelar não era sabedor da situação e que em nenhum momento foi procurado pelas mães por tal situação, lembrou que o Conselho não existe para julgar ou acusar ninguém, existe para fazer valer os direitos da criança e do adolescente, bem como, se soubesse da situação já teria procurado o poder municipal para auxiliar nos esclarecimentos.

O Prefeito

O chefe do executivo Rubem Wilhelnsen ouviu todos que se manifestaram e concordou com o pedido do Vereador Batista em reavaliar o caso e buscar todas as possibilidades possíveis. Rubem falou ao público que toda vez que for chamado irá comparecer, porque a credita que a transparência é a melhor forma para os cidadãos entenderem como funciona o processo. Falou também que tem um bom relacionamento com os servidores e que irá esgotar todas as possibilidades primeiramente pelo diálogo, pois, acredita que cada tem seu ponto de vista e tem direito a se manifestar.

- Nós prezamos pela democracia e estamos aqui nesta audiência porque respeitamos o direito de cada um. A administração municipal está aberta para qualquer cidadão que tenha interesse em saber sobre como estamos trabalhando.  Neste caso, estaremos avaliando e buscando as soluções que sejam cabíveis e possíveis dentro da legislação, bem como providências serão tomadas mediante ao esgotamento de todas as possibilidades.

Encaminhamentos

Ficou acordado entre as partes que a partir desta segunda-feira, 11, a secretaria de Educação estaria buscando novos meios para avaliar as alegações feitas pelas mães e que, as providências adequadas serão tomadas, através de diálogo e concordância entre as partes, para que todos os envolvidos não sejam prejudicados. Demais esclarecimentos podem ser feitos direito na secretaria ou com a secretária Cristiane D'Ávila que está sempre disponível para qualquer situação que envolva a pasta.

Galeria da Notícia